Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

"A gata do Dalai Lama" - livro

 

Domingo de manhã, na rota do abastecimento de café cá para casa... E do jornal pois há que ter as leituras em dia! Numa passagem ainda que meio distraída pela bancada dos livros... esbarro com uma gata. Mas não era uma gata qualquer, pelo menos físicamente falando. Era a gata do Dalai Lama... 

Continuei...

A gata do Dalai Lama...

Mas o que pode interessar ao mundo a gata do mestre espiritual budista? É sabido que os monges budistas são apaixonados por animais. 

Mais uma volta....

Vá lá.... pega no livro e dá uma vista de olhos.... dizia-me a vozinha interior...

A curiosidade estava à solta... aos pinotes aliás....

Estava já na fila para pagar o jornal e voltei para trás... 

Não resisti e fui pegar no livro e ver do que se tratava. Parecia que um íman me puxava para aquela publicação em particular, no meio de tantas outras.

Já vai na terceira publicação? A preço de saldo? Um livro espécie de auto-ajuda/conhecimento escrito como se trata-se da perspectiva duma gata? Que realmente existiu, que fazia meditação com o autor e o mesmo, torna-a na heroina dos seus romances?

Isto promete...

Dizem que devemos dar ouvidos à nossa voz interior... foi o que fiz e lá veio o livro para casa. Agora, a seu tempo irei lê-lo com toda a atenção. Na companhia de um dos meus gatos, e dum café envelhecido da Nespresso, claro! 

 

9789728592172.jpg

 Sinopse:

A Gata tem uma missão: pensar menos e experienciar mais, viver no momento. Rapidamente aprende a expressão correta para isto: mindfulness, ou, nas suas próprias palavras, o poder de miar. O que se segue é uma jornada para descobrir a sua própria natureza e ganhar um entendimento mais profundo da sua mente e de como experienciar a maior felicidade da vida: o aqui e o agora.

Ao acompanhar a Gata do Dalai Lama nesta viagem, também aprenderá novas maneiras de se relacionar com a sua própria mente: viver mais devagar, encontrar a paz e explorar o infinito brilho e benevolência que são a nossa verdadeira natureza.

 

 

 

 

19 comentários

Comenta

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Loulou no pinterest

Loulou no face

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • Graça

    Lamento muito. Os animais de estimação, precisamen...

  • Ladybug

    É um momento terrivel quado perdemos um animal...u...

  • Graça

    Ah! Um presente desses é muito bom, também quero. ...

  • Anita

    São da nossa família

  • Marta Elle

    Nem quero imaginar o que estás a sentir.Eles têm u...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D