Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

Dá para se comer Quinoa sendo diabético?

Há coisa de umas duas semanas fui com a minha mãe a mais uma consulta, na Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal.

Como ela é diabética tipo II e insulinodependente, há já alguns anos... com uma certa regularidade, vai às consultas de rotina. 

Uns dias antes da mesma, os seus valores diários de glicémia, dispararam para valores muito acima do que se poderá considerar normal, para um diabético. As análises depois confirmaram um desregulamento glicémico ao longo do dia e do tempo. No mesmo dia, fomos encaminhadas para uma consulta de nutrição. 

 

Aquela associação, aliás toda a equipa responsável pelo espaço (desde o pessoal do atendimento aos próprios médicos) é maravilhosa! O paciente entra e é visto da cabeça aos pés, literalmente. Tudo o que possa estar relacionado com a diabetes, sejam problemas oculares, sejam problemas na ponta da unha dos pés... lá, é tudo visto e revisto. Não deixem de dar uma vista de olhos pelo site! (link mais acima).

 

Quando se tem diabetes ou um familiar diabético, uma das primeiras preocupações, senão mesmo a primeira, é com a alimentação. 

A minha mãe precisava de fazer uns reajustes à sua normal alimentação. Nada que já não lhe tivesse alertado. Mas como se costuma dizer.... santos à porta de casa não fazem milagres...

 

Aproveitando o facto de estar, frente a frente com uma nutricionista, aproveitei para expôr todas as minhas dúvidas. Uma delas passava pela hipótese de, em alternativa ao arroz, experimentar confeccionar outro tipo de cereais, como por exemplo a Quinoa.

Com tanta moda de super alimentos que por aí surge, não queria arriscar introduzir um alimento diferente e, que depois lhe fosse prejudicial.

Prontamente nos assegurou que era uma fantástica alternativa ao arroz e inclusive à batata. Rica em hidratos de carbono, entre outros minerais e vitaminas, o principal é que o seu índice glicémico ser muito baixo. Que os vegetarianos usavam em alternativa ao feijão, devido a ter uma maior concentração de ferro. E ainda referiu, ser um dos cereais que os celíacos podem consumir, visto não ter na sua composição glúten. 

O que é certo é que, saímos da consulta munidas de mais informação, orientadora, de quantidades e tipo de alimentos que poderiam ajudar a baixar, os níveis elevados de glicémia. Afim, de se evitar ter de recorrer ao aumento das doses de insulina. Que por si só já andam altas...

 

33257945804_1087220b11_c.jpg

Photo credit ☼I Love Living In The Country!☼

 

Sabem quais os benefícios da Quinoa para a nossa saúde?

 

Fiquem a saber:

- Baixo nível glicémico (IG) - ajuda a prevenir a diabetes e a obesidade. Ajuda a manter os níveis dentro dos parâmetros normais, de quem já é portador. Óptima opção para quem sofre de obesidade e precisa de alternativas alimentares ao arroz, massa e batatas.

- Ajuda na regulação da função intestinal - como cereal que é tem fibras que contribuem para a diminuição da absorção das gorduras.

- Na prevenção de doenças cardiovasculares - nos casos de níveis de colesterol elevados no sangue, pode ser uma boa solução alimentar, devido às fibras que compõem a quinoa. E não esquecendo a hipertensão muitas das vezes, associada às doenças cardiovasculares.

- É saciante - diminui o apetite.

- Possui fitoestogéneos, muito semelhantes aos estrogéneos femininos, pelo que pensa-se que possa ser um alimento a ser ingerido na altura da TPM, aliviando os seus sintomas. 

- Ajuda a regular o sono - possui triptofano (aminoácido), que é o responsável por estimular a libertação de serotonina. Ajudando na regulação do sono, do humor, temperatura corporal, etc...

- Ajuda a prevenir o envelhecimento celular - tem propriedades antioxidantes que são uma boa ferramenta no combate aos radicais livres.

 

Como preparar:

Prepara-se exactamente como se de arroz se trata-se. Tem de ser lavada antes de cozinhar, para que se elimine a resina natural presente nas pequenas sementes. Depois uma medida de quinoa para duas de água e deixar cozinhar durante 15 a 20 minutos. Temperar a gosto. Pode depois, ser ligeiramente salteada numa frigideira.

 

Onde usar:

Desde o pequeno-almoço à ceia. Como acompanhamento de carne, peixe ou em saladas. Até para sobremesas dá! Ao pequeno-almoço é um bom substituto dos cereais.

 

A nossa primeira experiência com a quinoa:

Cozi a quinoa e deixei arrefecer. Numa taça juntei um pouco de frango assado, sem peles e gorduras, cortado em pedaços pequenos. Juntei umas azeitonas pretas descascadas. Juntei ainda milho cozido, tomate cherrie cortado ao meio, um pimento daqueles pequeninos, cortado em cubos e a quinoa. Há parte juntei ainda um pouco de queijo de cabra fresco que tinha. Temperei com um molho de vinagrete.

E servi!

Nota, não usei sal! Mas quem quiser pode rectificar o sabor!


Resultados:

Na manhã seguinte, ao acordar e após medição dos seus valores... então não é que de quase 300 passou para 160?!

Já consegui reduzir, um pouco, da dose de insulina à noite! Continuo esperançada em aos poucos, continuar a reduzir as várias doses diárias.

Desejem-me boa sorte!

 

6 comentários

Comenta

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Loulou no pinterest

Loulou no face

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • Graça

    Lamento muito. Os animais de estimação, precisamen...

  • Ladybug

    É um momento terrivel quado perdemos um animal...u...

  • Graça

    Ah! Um presente desses é muito bom, também quero. ...

  • Anita

    São da nossa família

  • Marta Elle

    Nem quero imaginar o que estás a sentir.Eles têm u...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D