Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

Loulou

"To live a creative life, we must lose our fear of being wrong"

Ainda não tinha montado a minha árvore de Natal e estava tramada...

Aaaahhhh!!!

Finalmente Dezembro!

 

Que saudades! Do frio,da chuva... a tempestade Ana?... Ui.... foi cá uma ventania como nunca antes visto. E se cá o pessoal do burgo está habituado aos ventos...

Do Nataaaal!!!!...

Ups...

É impressão minha ou já se passaram 11 dias desde que o mês começou? E tanto já aconteceu como...

Toquem as cornetas...

A fita foi descerrada...

 ???

Calma....

Foi só...

Montei e enfeitei minha árvore de Natal!

Yeaaahhhhhh!!!!!

Aplausos....

 

E...

 

Mas agora que penso... Qual a novidade?....

Todas as casas por esta altura já estão enfeitadas.... DESDE o PRIMEIRO de Dezembro...

Isto, a sondar pelo que tinha visto partilhado nas redes sociais. Para não falar de... na véspera deste feriado no escritório...

Numa daquelas pausas para café/lanche. Sai o tema...

Já decoraste a tua árvore de Natal?

O entusiasmo, logicamente, era geral! Todos comentavam a decoração da dita... Desde a escolha da cor, a que estava na berra este ano, aos enfeites que tinham visto na loja, a ponto de não resistirem a compra-los. O tempo que levaram a enfeita-la. As peripécias com as crianças e as luzes. Sem esquecer a colocação da estrela no cimo da árvore...

E quando chega a minha vez...

 

Menos a minha....

....

Ainda não a tinha montado, quanto mais enfeitado... a árvore de Natal.

 

Pelo olhar lançado...

Estava tramada. Não fazia ainda parte do grupo... 

Era desta que me iam descontar no ordenado? Tamanha falha é imperdoável...

Ou pior...

Iria ser multada pela polícia do Pai Natal???

 

 

Prontos... aconteceu...

Será que desculpar-me com a falta de tempo, aliado ainda à perda recente da minha gatinha justificava a minha falta?

Não sei bem porquê... ou se foi impressão minha...

Mas não ficaram muito convencidos. Talvez por saberem o quanto gosto desta época. Ou, pelo facto de, ainda não ter feito/colocado nenhum enfeite no escritório...

 

A caminho de casa, aqueles olhares lançados não me saíam da mente.

Como é que foi possível?

Logo eu? Mas o que raio é que me deu?

Como resisti tantos dias? Nãaaaaa...

Devo estar doente e nem me apercebi...

...ou será que é mais grave?...

Será que foi o espírito do grinch?

Uma vergonha...

Teria que me penitenciar...

Quantos sonhos e rabanadas???

 

No sábado passado lancei mãos à obra!

Entre trazer as caixas com enfeites da arrumação, escolher bolas e fitas e uma árvore que mais tempo leva a montar que um puzzle ou um lego...

A árvore foi crescendo... e com ela a colocação das luzes, das bolas e diferentes enfeites...

Até ontem à tarde ouvir...

"Não achas que já chega? Não são enfeites a mais?"

Como se atreviam a dizer tal infâmia? 

Logo à minha pessoa, que estava em falta? Que precisava de se penitenciar por tamanha desconsideração com o Natal?

Lanço um olhar à El Matador.... só o suficiente para desmotivar quaisquer novos argumentos que pudessem surgir.

 

A árvore é grande... Saiu-me por entre dentes.

 

Nove dias e meio depois... até que faz lembrar um filme já antigo-te, aí foram nove semanas e meia... mas isso não interessa nada agora...

Sim... levei um dia e meio a enfeitar a árvore. Se é para ficar bem feito, é com calma.

Nada de pressas. Há que ver se aquela bola fica ali bem, ou se é melhor colocar noutro ramo.

Isso e entre pausas... correr com os gatos da sala, que teimosamente se queriam enfiar dentro das caixas. Vai-se lá saber porquê? ahahahahahah

Mas...

... continuo a achar que ainda falta mais qualquer coisa.

Certo!

Certo é que estava no meu meio preferido!

Por breves momentos, voltei à minha infância!...

As luzes estão de volta!  A cintilar por entre as cores das bolas, os cheiros, os doces....

Ai... que se me lembram as rabanadas, os troncos de Natal, as lampreias que perdição... E os brigadeiros?...

Dieta? Qual dieta? Isso é só a partir do próximo mês... no próximo ano...

 

E os meus gatos?

Desses é melhor nem falar agora.... eheheheh

Com tanta bola e fita para brincar...

Vai ser cá um trinta e um...

 

Hoje estou feliz!

Já faço novamente parte do grupo!

Estou redimida!

 

Boas festas!

Um novo ano se vai iniciar...

 

E de repente...

 

Algo novo se aproxima... um novo começo cheio de magia...

 

Por esta altura, escrevem-se as últimas folhas do capitulo deste mês, deste ano... Altura de reflexões e de balanços... de pesar os bons e os maus momentos.... de rever o que correu bem e o que poderia ter corrido melhor.

 

É também a altura de se preparar um novo livro...

Novo em folha.... Sente-se o cheiro no ar da novidade... todo ele em branco à espera que a caneta comece a rabiscar o primeiros pensamentos, as primeiras vivências próprias de um ano que está em aberto, ainda sem passado.

Com doze capítulos, cheios de esperanças, cheios de expectativas...

A ser escrito diariamente, página por página, marcado só com o que de realmente bom e reconfortante nos acontece. Para que de alguma forma fiquem registados esses momentos. Pois para tristezas já temos a nossa memória como um despertador, toca sempre nas horas impróprias, nos momentos mais inoportunos. 

 

Um novo ano que se vai iniciar...

 

Novos desafios, novas resoluções...

 

Deixar velhos hábitos custa. Estamos tão confortavelmente acomodados a essas rotinas que a quebra do ciclo provoca dor e algum sofrimento. E ninguém gosta de sofrer... 

Valha-nos as resoluções de ano novo...

Sempre com a ideia que no início do novo ano vou deixar de.... isto... e aquilo... e depois... puff.... passou o ano novo e continua tudo na mesma...

 

É mesmo assim a vida!

 

Foram tantos e tão bons os momentos que guardo deste ano. Pois é só deles que quero guardar o registo. Não pensem que a vida, por estes lados, é um mar de rosas sem espinhos... Não é... tive momentos de grande ponderação, de sofrimento, de repensar atitudes e acções... mas quem não tem?!

Acredito que é nas pequenas coisas, por mais simples e insignificantes que sejam e que nos acontecem diariamente... é nelas que devemos encontrar a nossa felicidade, a nossa paz de espírito. Por serem pequenas, são as de maior importância, basta-nos estar com atenção...

 

Porque o melhor ainda está para acontecer!

 

Não queria deixar passar este momento e desejar, os que serão também eles, os meus votos.... para mim, para todos!...

 

Desejo, 

que este novo ano, prestes a iniciar-se, nos traga em abundância mais oportunidades, quer em trabalho, quer pessoais. Momentos de repleta felicidade e prazerosas novas experiências, expressas num novo hobbie, num novo prato de comida, naquela viagem que tanto gostariam de fazer, enfim, no que quiserem!... Para mim vai ser tentar ter mais tempo para pintar!!!

Que as nossas acções e atitudes, somente as positivas claro, possam ser o motor de inspiração para quem nos rodeia.

Nos momentos de maior desafio e de grande turbulência, aqueles que a vida nos proporciona tão sabiamente... sejam aplacados pela Coragem e confortados pela Paz e pelo Amor.

E principalmente...

Para todos e para sempre.... possamos ser surpreendidos pela realização de todos os nossos sonhos!

Bom Ano!

Loulou

1cba868a9af1947ab80a1abb0c5d73be.jpg

vintage new year card

 

 

 

Lá se foi o Natal...

 

E....

o Natal chegou, viu e partiu...

Pois é, lá se foi mais um Natal. Tão rápido passou que quase nem se deu por ele...

Come-se, dorme-se, convive-se e o tempo voa...

É o que acontece quando estamos em boa companhia. Os minutos correm atrás das horas que por nós passam e nem damos por tal. Tal é o conforto e o quentinho da presença dos nossos familiares e amigos (e gatos).

Também eles participaram, ainda que há sua maneira, na celebração da reunião familiar, nesta época festiva.

Confesso que temi pela árvore de Natal e pelos enfeites.

Tenho uns queridos que estiveram-se a borrifar para a árvore, para as bolas, para os enfeites.... Quiseram mesmo era saber do quentinho...

 

.... do aquecedor....

 

ou o que era que estavam a pensar?!

 

Agora resta-nos esperar pela passagem de ano, também ela meros segundos eternizados num minuto que ficará na nossa memória...

Para mais tarde recordar e nos fazer pensar nos planos idealizados, uns concretizados, outros não.

 

É o ansiar pelo início de um ano novo, que nos enche de novas expectativas, desejos, anseios e esperanças...

Novos começos...

 

1d5401522d8ab4097dac12e76463eb18.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Loulou no pinterest

Loulou no face

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • HD

    Daqui até ao fim do ano é sempre a aproveitar o es...

  • Loulou

    ahahahahahah!Antes tarde do que nunca! O que impor...

  • A Desconhecida

    Olha, eu ainda não montei a minha....

  • Loulou

    Ooooh se é!!!ahahahahahahBeijinhos

  • C.S.

    Digam o que disserem... É bom ver a árvore montada...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D