Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Eu acredito...

Eu acredito no poder das

cores, dos tons, do cheiro,

do baulho da chuva, de

uma lembrança, de uma

música...

 

 

Eu acredito no

poder do abraço que cura,

na mão no ombro que

fortalece, acompanhado

do silêncio que diz tudo...

 

Eu acredito em magia. Na

magia da compaixão que 

toca a alma.

 

Não espero

que compreendam meus

dramas, minhas dúvidas,

minha personalidade

intensa, afinal, minha vida

nunca foi e jamais será em

tons pasteis, mas sim em 

tons fortes e vibrantes"

 

                                       aurilene damaceno

Prendas... em feltro para o... Natal?... Sim!

Continuando na saga das prendas perfeitas...

Estamos em pré-época natalícia e as lojas já começaram a enfeitar as suas montras com as decorações alusivas ao Natal... Com sugestões para todos os gostos e algumas carteiras...

 

Mas e se as lembranças deste ano fossem feitas em casa?!... Para quem começa agora a pensar no que oferecer à filha de XP, aos primos BB, à irmã SX...

Que tal aproveitar aqueles bocadinhos de tempo que nos restam ao final do dia... enquanto se vê a série ou a telenovela preferida?! 

 

Basta termos um olho na televisão e outro nas linhas, nos papéis, no algodão nas colas, nas agulhas...

 

??? agulhas, linhas, colas para...???  O feltro!

 

Sim, o feltro. E podem-se fazer tantas coisas giras!

Basta ser um material simples, barato e de várias cores, adaptável a vários projectos que quase é impossível não escolhermos um, mesmo ao nosso jeito, ou falta dele!

E assim, oferecer uma lembrança feita por nós a pensar em quem vamos oferecer!

 

Como já tinha referido existem projectos para todos os gostos e, as n sugestões dão tanto para os mais pequenos como para os mais crescidos.

 

Também sei que quando se pensa em feltro, vem logo associada a ideia de coser. Coser um botão todos sabemos, bem ou mal desde que fique pregado à roupa é o que interessa.

 

Às vezes.... não é preciso coser... Usa-se a cola quente. Esta é outra das vantagem em se usar o feltro, Não são necessários grandes dotes na costura. Isso e se não se não se tiver uma máquina.

aa324c93934ff38ae772411bb74d5751.jpg

Dica para ter os headphones sempre arrumadinhos Passo a passo e outras sugestões aqui.

 

É certo que não dá para todos os projectos, mas para alguns dá para remediar.

 

Capas para telemóvel , tão úteis e personalizadas ao gosto de cada um

d04c7b1f4c721ec5ad59924012e793f8.jpg

 

Então e que materiais são precisos?

Feltro

Agulha e linhas mouliné para coser

Algodão para dar enchimento à peça, caso leve.

Tesoura

Papel com os moldes, que podem ser retirados da net

cola quente

Botões, flores, contas, fitas, alfinete de peito, etc... vai depender de cada projecto

 

Parece que custa, mas uma vez começado... não se consegue parar!

 

0294ad547de55dee2027f09f01c2fa3d.jpg

 

Porta-chaves ou alfinetes de peito

72e059af94479e0d62a6f7affac541b0.jpg

 Passo a passo aqui

0e9c1a6035c74dd63847e2e8537de5d3.jpg

a4ceb8abb7b50a53df658561a78f9455.jpg

 

E uma vez apanhando-lhe o jeito e o gosto... porque não arriscar nas decorações para a casa, também elas alusivas ao Natal?

Os presépios...

321d4aaf21844b9499e0e5637e7d699c.jpg

Moldes aqui

Adoro esta versão

a06de5eb9c314241093bac28b372a10e.jpg

 mais fotos aqui

 

 Mais sugestões e ideias visitem no meu Pinterest a pasta feltro


Estou tentada a fazer estes bonequinhos cá para casa

dd311c547440f530de4daa168aaf6514.jpg

 

 

Ah! É verdade!

Visitem as amorosas bonequinhas da Sofia Margarida ... vão ver que se vão apaixonar!

 

Estão tentadas(os) a fazer?!

Gostaria muito de ver os vossos trabalhos!

 

 

Tarte de amêndoa... com segredo!

Ontem foi dia do pecado cá em casa!

Do doce pecado!

Também de vez em quando não faz mal nenhum!...

 

E se for feito em casa, ainda melhor. Pelo que lá andei eu de volta das farinhas, dos ovos e do forno.

 

Uma das minhas sobremesas preferidas é sem dúvida a tarte de amêndoa! Atenção... Muita atenção... só depois das que levam... ou melhor, abusam do chocolate... preto. É claro!

 

Mas esta não se trata de uma tarte de amêndoa qualquer... esta tem um segredo!

 

Huuummmm... que cheirinho bom que ficou pela casa...

 

Como a pressa em comer era maior que a paciência em tirar as fotos....

Foi isto que se arranjou!

 

Por telemóvel... sem efeitos.... mas muito saborosa!

Cá vai a receita!

 

20161113_211743.jpg

 

Ingredientes

1 base de massa quebrada de compra

1 doce - compota a gosto 

80g de açúcar

80g de manteiga derretida

2 ovos

1 colher de sopa de farinha de trigo (usei a Branca de Neve super-fina - pacote vermelho)

100g de amêndoa moída

80g de amêndoa laminada

 

Preparação

 

Ligar previamente o forno a 180º/200º. Ter em conta que a preparação é rápida, convém que ele esteja pré-aquecido uns 10 minutos antes de se colocar a tarte.

 

Forra-se uma forma tarteira de fundo amovível, com a base da massa quebrada. Pica-se o fundo com um garfo.

 

Numa tigela, batem-se o açúcar e a manteiga. Optei por usar aquela margarina própria para bolos da Becel que já vem líquida. Bate-se até se obter uma mistura homogénea e esbranquiçada.

 

Junta-se, de seguida os ovos, um de cada vez e batendo bem.

 

Adiciona-se a farinha de trigo e a amêndoa moída. Misturar para não criar grumos.

 

Agora vem a parte do segredo...

O doce é colocado no fundo da tarteira e espalha-se bem. E por cima deste, coloca-se a mistura anterior, a dos ovos e farinha.

 

Espalha-se a amêndoa laminada por cima.

 

Vai ao forno durante aproximadamente 40 minutos. No meu, levou menos tempo. Convém fazer o teste do palito antes de se retirar do forno.

 

Uma vez pronto, retira-se e deixa-se arrefecer.

 

Colocar um pouco de açúcar em pó por cima da tarte e servir.

20161113_212214.jpg

 

Dependendo da largura e altura da vossa tarteira, a fatia pode ficar com mais altura. Mais pequena, fatias mais altas. 

A minha é larga e baixa pelo que tive de recortar a massa excedente.

 

Também podem usar, em vez de massa quebrada, massa areada.

 

Já me esquecia, o doce que usei...

Foi... doce de gila!

Até parece que se estava a comer... uma fatia de toucinho do céu!

 

Mais doces

Bolo de chocolate e café

Bolo de chocolate e mascarpone

Tartelete de manteiga de amendoim

Tarte de maçã com noz

Os primeiros dias em casa com a Ritinha... a gata

 

Foi muito ponderada a decisão de trazermos a Ritinha para a nossa casa.

 

Os gatos como é sabido são animais territoriais e os meus não são excepção. Sendo adultos, corria-se o risco dos que já cá estão serem intolerantes com a nova residente. Já vamos no quinto dia, e, tal até ao momento não tem acontecido.  

 

A única que se tem mostrado menos receptiva é a Nikki. De vez em quando lá vai lançando uns olhares e umas assopradelas para manter a distância. A pimpolha deve achar que perdeu o lugar de princesa!

Os outros dois... são mais acolhedores. 

 

A chegada a casa...

 

O primeiro impacto... visual... foi bastante positivo tirando a Nikki e as suas bufadelas! Os outros dois aproximaram-se e inteiraram-se em querer conhecer a "invasora". Muito receptiva, a gata foi-se roçando como em forma de... talvez querendo dizer... aceitam-me?

 

Momentos de excitação viveram-se em casa. Tanto nossos como dos gatos. O receio era muito. Ou não se corre-se o risco de andarem todos embrulhados numa luta sem fim. Tivemos somente o Jaqui a correr dum lado para o outro, como nas suas habituais maratonas corredor fora. Menos mal!

Fiquei bastante surpreendida, pela positiva, com a reacção deles.

Confesso que temia o pior.

 

Como não sabemos nada do passado da gata...  somos tendenciosos a fabular e dar interpretações muito nossas (humanas) para justificar os seus atos. Tem-se mostrou-se reservada, cautelosa e um pouco receosa com o novo espaço (casa).

 

Como se tivesse medo de fazer algo de errado. Algo que fosse levá-la de volta para a rua.

Mantém-se sossegada ora na caminha, ora em cima da cama no quarto. Sem arranhar nada, sem que se ouça um miado disparatado, a não ser quando está com fome! O que é normal.. em todos...

Muito em parte, por talvez sentir que ainda não está totalmente integrada na grupeta.

Deve sentir-se o elo mais fraco, o elemento mais baixo na cadeia hierárquica da nova casa. É natural que assim seja. Com o tempo tudo se modificará, para melhor!

 

Até ao momento só sai do quarto para a cozinha e vice-versa. Mas parece-me que hoje já se aventurou e explorou mais um bocadinho da casa.

 

Num momento de mais calmaria, após as devidas apresentações, arranjou-se-lhe o poiso! Uma caminha e uma mantinha quentinha foi colocada provisoriamente na cozinha. Local onde, até ao deitar poderíamos melhor controlar a situação. Caso tivesse surgido algum desentendimento.

 

A primeira noite essa...

 

Dormiu no meu quarto... despejei residentes para fora. Coitados.

Queria que ela tivesse um lugar onde pudesse se sentir confortável e segura. E como o Jaqui, dos três foi o mais "simpático" não iria fazer diferença para ela sentir o seu odor no quarto, na roupa, nos cortinhados, nos móveis... enfim em todos os cantinhos do quarto. As outras duas preferem outros poisos para pernoitar...

 

Escusado será dizer que quase não preguei olho nessa noite. Ao contrário dela... dormiu o sono dos justos, como se costuma dizer. Talvez se sentindo confiante, ou... o mais certo terá mesmo sido o conforto do cobertor e das minhas pernas. Pois a desgraçada teve que dormir em cima de mim... 

 

Fotografia3067.jpg

 

Tem comido como uma autêntica larva...  sempre a enfardar.... O raio da gata mais parece ter um saco furado no estômago!  Talvez tenha sido da fome que passou...

 

E por falar em comida... Hoje é dia de S. Martinho!

 

Tenho de ir...

... a braseira já está à minha espera.... só falta colocar as castanhas!

Fotografia2800.jpg

 

Boa castanhada e bom fim de semana !

Beijos

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • Loulou.art

    Muito obrigada querida Isabel! Por andar, ultimame...

  • imsilva

    Já tive ocasião de comentar no blog da Zé.Gostei d...

  • MJP

    E escreveste Muito Bem, Querida Loulou!!!

  • Loulou.art

    Muito talentoso este meu rapaz! Beijinhos

  • Loulou.art

    É o meu mais velho! Um docinho de gato e muito tal...

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D