Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Não se perde um animal... perde-se um membro da família...

"A Poem For Cats

They never leave our memories,

the cats who've shared our lives.

In suptle ways they let us know

their spirit still survives.

Old habits still make us think

we hear a meow at the door.

Or step  back when we drop

a tasty morsel on the floor.

Our feet still go around the place

the food dish used to be,

And, sometimes, coming home at night,

we miss then terribly.

All although time may bring new friends

and a new food dish to fill,

That one place in our hearts

belong to them... and always will"

 

 

 

Na passada quinta-feira à noite, a minha princesinha Bia partiu...

 

Há um ano atrás, tinha acabado de deixar entrar a Ritinha em casa. Contrariada. Com muita resistência, lá deixei que ela viesse para casa. Não só pelo facto de ter outros três. Do receio de que a podiam rejeitar, mas principalmente por... pela morte do meu Matias, o meu gatinho mais velho, de olhos verde esmeralda. Um gatinho maravilhoso que me acompanhou durante quase 18 anos. 

 

Um ano se passou...

E de um dia para o outro tudo descambou. 
Nesta semana que passou, estive de férias. Andava ansiosa por uns dias de merecido descanso e de pôr assuntos em dia. Aqueles que normalmente não temos tempo quando estamos em horário laboral. 

Iam ser umas férias de quase chacha.... mas antes isso do que...

Na sexta-feira, antes do fim de semana do meu dolce fare niente, vendo a barriga da minha gata inchar de forma súbita... como se de um dia para o outro estivesse à espera de bebés... Uma enorme ascite (barriga de água) ocupava-lhe todo o abdómen. Levei-a de urgência ao veterinário. Logo aí e após ser vista, o meu mundo ruiu... O diagnóstico era muito reservado. Havia a suspeita de estarmos a lidar com uma peritonite infecciosa felina ou, na presença de um tumor no fígado. Ficou internada. Qualquer das duas hipóteses era terminal, tal estavam alteradas as suas análises.

Enquanto esteve internada, de sexta à noite a segunda à noite, nada lhe faltou. Com todo o cuidado médico como se de um ser humano se trata-se. Com horários de visita e tudo!

Ansiava pelos momentos em que a ia ver, tanto de manhã, como ao final da tarde. Sempre na esperança de a ver melhor, mas o seu estado ia-se deteriorando.

Na segunda-feira, veio o resultado conclusivo, das citologias e n bateria de análises... tumor com metástases noutros órgãos.

Veio para casa... com os tratamentos paliativos até...

Soro intravenoso, injecções para as dores, para os vómitos, para o fígado... comprimidos para lhe estimular o apetite e... tudo aquilo que ela tivesse vontade de comer. Dar-lhe conforto e o aconchego de casa até ao seu último suspiro...

Ou... até ver que o seu estado se tornava insustentável e a leva-se para adormecer...

Não consegui o fazer. Não sei se o conseguiria fazer... Nem mesmo que pensa-se em o fazer... teria tido tempo para tal...

A Bia... não resistiu...

A um tumor que, aparentemente não deu sinais antes... Nada me indicava o que se passava com ela. Sempre bem disposta, comilona, brincalhona, meiga e.... feliz... Com os seus grandes olhos amendoados sempre prontos para se enroscar no nosso colo.

Até... na quarta-feira, dessa semana, dar com um ligeiro aumento da sua barriga. Ligeiro e uniforme. Bom, não deve ser nada de especial.... pensei eu... Se calhar, foi daquela saqueta de comida nova que ela comeu e lhe vai dar uma volta aos intestinos... Mas não... estava enganada... No dia a seguir a barriga estava maior e na sexta... tive de a levar para ver o que se passava. 

 

Os dias que se seguiram e seguem custam a passar. Cada espaço tem a sua história... a sua memória...

Todos sentimos a sua falta. 

 

Propositadamente.... não colocarei nenhuma foto dela. Não consigo fazê-lo...

 

Quero deixar o meu sincero agradecimento a toda a equipa do Hospital do Gato, em especial à Dra. Ana Cassapo, por todo o cuidado e apoio prestado.

Um Bem Haja!

 

 

 

 

 

 

Já não se fazem tradições como antigamente...

É impressão minha ou entrámos em Novembro com o pé direito?! Quero com isto dizer.... que finalmente é Outono? Que já chove?

Yeaaaahhhhhhh!

Choveu... à hora que escrevo, está um sol apetitoso e em vez do habitual beberricar um chá quentinho para nos aquecermos da molha que apanhámos, o que mais apetece é ir para a esplanada beber um sumo qualquer...

Não que tenha muitas saudades da chuva e do frio. Mas que falta faz... e muita!!! Principalmente a chuva... onde é mais precisa e não cai...

E quem fala em tempo da chuva lembra-se logo da...

Preparem as brasas! Quero ver esses assadores no ar... quer dizer, a postos que.... é tempo da castanha!!!

Mirrada?! 

Como é que é possível? Pela falta da santa chuvinha?!

Nãaaaaooooooo.....

S. Pedro.... call me...

 

IMG_20171030_140344.jpg

Os spooky ghost à volta de uma abóbora?... Sim, fui eu que pintei...

Já agora... gaba-te mulher! 

 

Enquanto que S. Pedro não tira folga dos seus afazeres diários e me liga, para a nossa conversa em atraso...

 

Agora a sério...

Receber um telefonema, do próprio...  É tão certo como me sair o euromilhões. Bem, certinho... certinho era ganhar um voucher só ida....

aaahhhhh aaahhhh

Nope.... não me parece, ainda é cedo... Fica para depois, mais tarde... muuuuiiiiiito mais tarde. É que já nem sequer me vou mais aborrecer ao me lembrar daquela famosa gravação....

 

 

A sua chamada está em fila de espera. Lamentamos pelo tempo de demora...

Atenderemos o mais breve possível...

 

IMG_20171030_140519.jpg

Pintura acrílica sobre papel (contracapa de uma daquelas sebentas que não servem mais e vão para a reciclagem) que depois com uma fitinha a condizer ficou toda catita

Se uma mulher não se gabar do seu trabalho? Quem gabará?!

Até que nem ficou nada mal... cof.... cof.... lá vem a maldita tosse da gabarolice...

 

Voltando um pouco atrás...

E lá se foi o feriado do Dia de Todos os Santos e as suas tão tradicionais romarias ao cemitério. Há que ficar de consciência tranquila...

Mas, volta a ser impressão minha ou, mais me parece que até este uso e costume da velinha e da flor no cemitério, está a cair em desuso?

Senão vejamos...

 

As flores estão pela hora da morte... de tão inflacionadas ficam por esta altura...

À partida, o morto de lá já não sai mais, espera-se... pelo que tanto se lhe dá ir no dia de 1 de Novembro como num outro dia qualquer...

Uma pessoa até fica envergonhada de chegar-se o pé do dito local, só com uma singela flor enquanto... que o vizinho da campa, ao lado, recebeu um ramalhete de todo o tamanho.

Devem ter-te ligado muito em vida... devem... 

Mais vai-se cumprir a tradição porque nos outros dias... há sempre mais que fazer do que ir ao cemitério (desculpas)... 

Mas há quem ainda cumpra esta tão típica tradição portuguesa. Aproveitar o feriado para desempoeirar as campas... 

Abençoadas sejam essas alminhas, que para as outras pecadoras, a tradição deixou de ser o que era e o novo rumo... esse...

É mais... os hipermercados e as suas mega promoções.

 

Não perca! Mais de xyx produtos a metade do preço... Só amanhã. E não se esqueça use o cupão com mais wz % em cartão ...

 

Como não resistir?!

A vida é assim...

... quem partiu.... partiu... fica e ficará para sempre nos nossos corações a sua memória. A vida continua para quem cá anda e quando a barriguinha dá horas, há que a acalmar!... pelo menos enquanto por aqui andarmos que depois logo se verá...

E entre uma ida ao cemitério e uma corrida louca em busca do artigo, que nem sequer nos faz assim tanta falta, mas está em promoção... Venha o dito e escolha

Enfrenta-se...

não a fila para escolher a melhor flor para compor o ramalhete que se vai deixar na campa do morto. Porque esse deve estar-se a borrifar para tal. Quis muitas das vezes ser bem tratado em vida e não depois de morto...

... a fila de várias pessoas que como eu tiveram a brilhante ideia de ir para o hipermercado, num feriado... Quem te mandou ser esperta?! Quem te mandou ficar na cama até mais tarde? ... e de não resistir a algumas das promoções.

Epáaaa...

Acontece!

 

Resta-nos esperar pelo próximo... 

E assim se cumpriu, uma vez mais, a nova? tradição... do Halloween?

A tal... importada do lado de lá do Atlântico?

Mas será que ninguém sabe que há mais de 60 anos, no norte do nosso país era costume esburacarem-se as abóboras (tal e qual como agora) e colocar no seu interior velas?... E deixa-las à noitinha, nos caminhos para assustar quem passa-se?

Pelo menos é o que a minha mãe me conta de quando era pequena... Mas parece-me que também é tradição nos esquecermos da tradição...

ups...

 

Follow me: InnamorataPerArte

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

... temos artista?!

... no Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • Loulou

  • MJP

    Obrigada! Igualmente!Beijinhos

  • Loulou

    Muito obrigada querida!Bom fim de semana para você...

  • Loulou

    Muito obrigada querida!Bom resto de tarde e um mar...

  • Loulou

    Muito obrigada querida!Bom fim de semana!Beijinhos

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D