Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Saco velho.... vida nova...

O que fazer aos sacos de plástico que já não podemos usar?...  Deitar fora? Nem pensar... Reciclar? Boa! Mas não necessáriamente para o ecoponto amarelo...

Existem muitas possibilidades para se dar uso aos velhos sacos de plástico, sejam eles do lixo, como os das compras, da fruta, das verduras.... Alguns até são tão giros que dá pena "deitar fora"... quando se rompem....

E que tal arranjar-se uma solução para se decorar a casa?! E quem diz casa... Um fantástico alfinete de peito para oferecer à Tia ou à Avó?! Ou para colocar nas bandoletes?....

 

Huuuummmm...

 

Flores de plástico! :)

 

1.jpg

 

Não ficam velhas, não cheiram mal quando começam a ficar velhotas...  Podem-se usar nas mais  variadíssimas ocasiões: festas de aniversário, temáticas. Natal, Páscoa. Ou simplesmente, colocar numa jarra.

E como fazer um bonito arranjo de flores quase eternas?

 

FÁCIL:

 

Material necessário:

- Sacos de plástico,

- Alicate de bijuteria,

- tubos modeladores redondos (de dois ou mais tamanhos, para as pétalas interiores, convém um tubo fininho),

- Tesoura

- Arame de bijuteria (duas medidas - um mais grosso para a estrutura da pétala e um muito fininho para prender o plástico à pétala),

- Caso não arranjem arame fino (0,2mm ou mais), um fio de coser roupa também serve.

 

Agora, mãos à obra: 

2.jpg

 Quando tiverem várias pétalas de tamanhos diferentes feitas, é só montar!

Vão ver que é fácil!

4.jpg

 Eis mais alguns exemplos.

Davam uns bonitos alfinetes de peito para oferecer...

5.jpg

ou nestas cores, para colocar numa bandolete?

6.jpg

 

outra ideia flor-plastico.jpg

 Imagens retiradas da web

1 comentário

Comenta

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D