Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Ruby... e as suas dentadinhas...

 

56619863_1907491632696114_1684894929823727616_n.jp

Desenho a lápis de cor, sobre papel aguarela.

 

Sou ou não sou uma meowmy orgulhosa dos meus rebentos patudos?! Sim sou!  

O Ruby retratado aos 10 mesitos de muitos ronrons! 

 

O Ruby é um gato muito meigo. Aliás, todos o são. E é tão simples fazer um gato feliz! Basta que se sintam seguros, protegidos, e fundamentalmente, respeitados na nossa presença. Aí teremos a sua total confiança, lealdade, amizade e amor. Mas nada disto invalida as suas personalidades. É o caso deste catraio. 

O meu terror das dentadas.

Aaaah se há gato que gosta de dar a sua dentadinha, numa mão desprevenida... é o Ruby. Desde pequenino que tem este comportamento, seja a brincar, seja quando amua por o contrariar-mos...

 

Sim, os gatos também amuam. (ideia para um futuro post... fica a promessa!)

20190316_200828.jpg20190327_141918.jpg

Sim, os gatos mordem e às vezes doí.

No meu caso, já nem sempre.

Às vezes doí... ai se doí... outras só dou conta de que me mordeu ou arranhou, porque tenho um arranhão, num dedo ou nas costas da mão, a sangrar. Pois é bem verdade quando dizem que de tantas ferradelas se levar, acaba-se por ser-se mais tolerantes à dor. 

20190330_185931.jpg

Quanto ao meu catraio, já se notam muitas melhorias neste comportamento, ou melhor dizendo... mau hábito. Está, ainda, naquela fase de testar os nossos limites. De ver até aonde pode ir... Faz parte do crescimento dele. E cabe a nós, tutores moldar a sua personalidade, evitando, ou melhor, contrariar estes maus comportamentos.

Dicas... 

Os truques que vamos usando passam por um aumento do tom de voz, à palavra... NÃO... Quando não funciona, um sopro por detrás das orelhas e tem sido remédio santo para o travar.

Apresentação1.jpg

 

 

E já se passaram 7 meses...

 

... desde que este pequenino está cá em casa!

Ruby 9.jpg

 

Ruby... o gatinho resgatado do meio da estrada.

 

 

Estávamos a 15 de agosto do ano passado, feriado, e como tantos de nós, aproveitei a manhã...  para ir às compras. 

Até aqui tudo normal, sem nada de relevante que me lembre. Marcado na memória, tenho sim o regresso a casa. Principalmente, o ter, um conhecido meu à minha espera... à porta de minha casa... E depois de meia dúzia de palavras circunstanciais, me aponta para um recanto do jardim onde estão umas canas e diz...

Olhe o que ali está!  Olhei... e nada vi.

E uma pessoa pensa... Brincalhão como és... Deves estar a pensar que, lá por ser feriado, não tenho mais nada para fazer do que andar aqui ao jogo do gato e do rato. 

Não vejo nada...

Olhe bem... Mas cuidado! Que é uma fera a avaliar pelos arranhões que já me fez na mão. Sim! Nem imagina o trabalhão que me deu a apanhar. Então não é que estava a vir para casa, quando de repente, vejo um carro parar à minha frente, sai para fora o condutor, vira-se para trás e põe-se a olhar para o chão. Pega em qualquer coisa e coloca-a no passeio. E arranca... Lá continuei passeio fora e foi quando vi o que era. Este bichinho, que mal consegue andar estava no meio da estrada. Olhe, acredite que não foi atropelado por um triz. Trouxe-o até si, pois sei que gosta de animais e eu não tenho condições para o tratar...

Volto a olhar e nada...

Olha o engraçadinho...  Querem lá ver que isto ainda é para algum programa de apanhados... Isto já a ficar desconfiada da sanidade mental do senhor.

E voltei a olhar... melhor... e então vi...

Duas bolinha de pêlo que mais pareciam duas bolas de gelado enfarruscadas e entrecortadas por uma cana.

Assustado, lá o consegui tirar por entre o emaranhado de canas onde ele se tinha enfiado e do qual já não conseguia sair. E agora o que é que eu faço? Tenho em casa um gatinho novo, há menos de duas semanas e agora aparece este?! Era tão pequenino que me cabia na palma da mão.

Já em casa, sem continuar a saber o que lhe fazer e sem saber ao certo quanto tempo de vida teria. A julgar pela dentição deveria andar pelos 2 meses de vida. Mas muito subnutrido, raquítico e principalmente... cheio de pulgas. 

Ruby 1.jpgRuby 2.jpg

A primeira foto que lhe tirei... eram duas da manhã. Altura em que comecei a a creditar que iria sobreviver. A segunda, tirada durante o dia seguinte.

 

O estado dele era tão frágil, mas tão frágil que pensei que não fosse resistir muitas mais horas. Lembro-me de o deixar em casa, aconchegado numa manta e aos cuidados da minha mãe enquanto fui de propósito ao hospital veterinário pedir recomendações, sobre o que deveria fazer... caso ele resisti-se. O que lhe haveria de lhe dar de comer, etc... Sei que não lhe dei banho, fui limpando-o, cuidadosamente e apliquei-lhe frontline, como recomendado e como a veterinária tinha feito com o Kiko. E foram muitas pulgas mortas nesse dia. NUNCA... em toda a minha vida... tinha visto tanta pulga junta num animal. 

Cada minuto que passava, cada hora que passava era uma vitória para o pequenote. Dois dias depois já tinha chegado às 350g de peso!

Ruby 3.jpgRuby 4.jpg

Ruby 6.jpg

Ruby 7.jpg

Ruby 8.jpgRuby 10.jpg

O tempo parece que voa...

Já se passaram 7 meses desde que entrou nas nossas vidas! Continua pequenito, traquinas, brincalhão e muito meigo!

 

 

 

 

 

 

Então como é Nikki?!

 

Numa daquelas alturas da vida, em que a inspiração foi dar banho não ao cão mas ao gato. Porque tinha mais que fazer do que andar para aqui a dar-me ideias para posts que não fossem falar dos meus patudos.

Vai na volta, nada como ler o que por aqui se escreve numa de tirar ideias, quiçá... Nada de copianços, já lá vai esse tempo de escola!

Então, não é que há coisas que mais parecem "obra do diabo"?!

Então, não é que vou dar com um post a falar de gatos, cães, animais em geral?!

Eu a querer fugir ao tema e ele a perseguir-me... 

What???....

 

Mas o que me prendeu a atenção neste post em particular, foi o quanto me revi nalgumas palavras do autor. Quantas vezes ao lermos, nos revê-mos, compreendemos e nos solidarizamos com o que está escrito? Pois bem, foi o que aconteceu. Principalmente pelo facto dele, tal como eu, ter uma gata com uma personalidade muito especial. E de ser impossível não gostar e amar todos os caprichos dela. 

 

Her Royal Highness... Nikki a gata com tiques de Diva!

Nikki.jpg

 

Se há gato dotado de uma personalidade, não diria complicada mas para lá caminha, com os seus hábitos e costumes de emproada, com tiques e manias de dona disto tudo e arredores é ela.

Não sei ao certo a idade dela, trouxe-a ainda pequenina da rua, talvez tivesse uns 5 a 6 meses na altura. Certeza tenho que comigo já fez, este mês cinco anos de doces momentos de partilha de mimos.

Será que é mesmo assim? Tem dias...

 

Não é antipática, bem pelo contrário, gosta de mimo. Só que, quando e nos modo que ela assim entender.

Em dias não... 

Às vezes, pergunto-me se não será arraçada de cão. Pois toda e qualquer tentativa de aproximação de uma mão a querer, ingenuamente, fazer-lhe uma festa no pêlo, é logo quebrada com um olhar "d'el matadora" seguido da dita rosnadela. Quanto mais pensar na hipótese de.... colo?!

 

Na hora da paparoca. Aproxima-se das minhas pernas. Alto e pára o baile se um dos outros 3 ousa aproximar-se de mim. Não bate, não se atira... intimida-os com o olhar ou uma ameaça de chega-te para lá que ela é só minha. Ou, não tivesse eu sido já catalogada em miaomês como... Aquela que fornece a tempo e horas o pronto-a-comer! Para não falar de uns momentos de descontração... 

Oh! Já me esquecia... os sanitários... Uma pessoa nasce para o que nasce.

Ela roça-se, mia de forma meiga. Deita-me aquele olhar sedutor, que quem tem gatos tão bem reconhece... Interesseiro... Mas nem assim, com um prato na mão em troca de um mimo mais demorado, venço a batalha.

 

Já para nem falar do facto de ser uma vendida. É verdade...

Se aos de casa mal deixa que lhe façam uma festa, um pouco mais demorada, vá, tudo acima dos 30 segundos. Seja feita excepção à regra, a minha mãe. A única pessoa cá em casa, com a qual, a gata verdadeiramente se identifica. Mas não a queira ela contrariada. Se quero festas é agora. Não daqui a uns minutos ou quando puderes.

Basta algum dos nossos amigos vir a nossa casa, que a Sra. de seu nariz altivo vai logo cumprimentar, roçar-se dengosamente nas pernas. Saltar para o colo e pedir festinhas.

E agora pasmem-se... até ronrona...

 

Então uma pessoa dá-lhe de comer, cama e roupa lavada e depois é isto?

Então como é Nikki?!

🤨😸

Para reler

Nikki

Será que conseguiria viver sem um gato?

É só um animal sim e eu sou só uma pessoa

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

... temos artista?!

... no Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

  • Loulou

    Podes crer!Obrigada pelo teu cuidado!Beijinhos

  • Anita

    Ainda bem. Já basta o susto

  • Loulou

    Já nem me lembrava de quando tinha sido a última q...

  • Loulou

    Olha acredita que não. Nem magoada nem com nódoas ...

  • omeumaiorsonho

    Ainda bem que não te magoaste, eu não tenho lá mui...

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D