Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Loulou

Meowmy de 4 gatos e artista autodidacta nas horas vagas! Acompanhem-me nas minhas aventuras e desventuras nesta jornada que é a vida!

Vai um GOSTO 😉 para... ?

 

É ou não é verdade que estamos a menos de um mês dos Santos Populares.

Altura de marchas populares, bailaricos e se antigamente se pedia um tostãozinho para o Santo António, o virar do século levou a que surgissem novas tradições. 

 

Troca-se o tostão pelo Gosto... ou Like... numa pagina social.

Visto bem as coisas até que sai mais barato. 

 

Isto de mudanças e novas tradições tem muito que se lhe diga...

 

Sabem aquelas alturas em que uma pessoa acorda doida para mudar tudo e mais alguma coisa?!

Tudo... tudo... mas mesmo tudo?!

A pontos de...

Tal é o optimismo e a vontade é tão grande que temos de nos acalmar para não assustar quem com connosco partilha a vida?!

Calma e respira fundo... Há que se começar por algum lado!

Mas por onde? Pela roupa, pelos móveis? Adoptar uma filosofia minimalista? Seguir as orientações da Marie Kondo e ter a mais perfeita arrumação da gaveta das meias?

Pode ser, mas não só...

 

 

Ora, eu, não sendo nem mais nem menos que os outros... e também sentir que está na hora de mudar!

Sabendo que as mudanças podem elas ser grandes, como pequenas, quase imperceptíveis, mas o que importa é mudar e começar por algum lugar...

 

Caramba... tanta volta, tanta reticência para acabar nisto... num favorzinho. Ou se quiserem, num simples pedido.

O do vosso Gosto... não para o Santo António... mas para a minha página no facebook! 

 

Esta... Loulou_colours é talvez aquela que vai ser o meu marco de mudança, ou assim espero! Uma página só dedicada aos meus desenhos. E quiçá... futuras comissões. E quiçá, parte da quota reverterá para a ajuda a associações de protecção animal!...

O que me dizem?!

59552584_843564522661670_7675178361215254528_o.jpg

Agora que penso...

Será que o facto de acordar com uma bunda felina e bem peluda, a sentir-se toda catita e a pavonear-se na cara, puderá levar a que surjam mudanças na vida duma pessoa? 

 

Amor é...

... um somatório de gestos apaixonados diários!

Tão simples quanto isso...

 

5744ef5f4775958c98ba6fbafbf1fb43.jpg

 

"Sometimes the greatest

love is not found in 

the dramatic scenes

that poets & writers

immortalize. Often, the

greatest manifestations

of love are the simple

acts of kindness & caring

we extend to those we 

meet along the path of life."

                                                           Joseph B. Wirthlin

 

70cce1f27cfcb3fc19f955d7e493e4e2.jpg

fbe0abbdbc77c08f20d845ff205f39de.jpg

b8c7c418098aa00725573d32ee5031d0.jpg

7d41d5213e44bbce26139d068af03275.jpg

7646d1a738a8533a95dda98d7185a2af.jpg

7a771369da8158d412010a6c34987661.jpg

imagens via pinterest

 

Mais para ler

... because every picture tells a story

A peúga será sempre a salvação

Foto do dia

 

 

 

 

 

 

 

 

Ser Mulher...

... é difícil de descrever o que é ser-se mulher.

Para começar é extremamente cansativo e aborrecido. Senão vejamos...

Começa-se logo desde que se nasce. Se é rapariga rosa, rapaz azul. E se os pais gostarem do laranja?

Começa-se a crescer e novamente somos catalogadas...

 

Quem se lembra dos livros diferenciados para meninas e meninos? Ah... o rapaz é mais ciências e matemáticas... as raparigas é mais as florezinhas e os animaizinhos... Seremos burrinhas? Quem disse que nós não podemos ser analíticas e criativas ao mesmo tempo? Que eu saiba... somos as que mais facilmente conseguem fazer várias.... e volto a sublinhar... várias tarefas ao mesmo tempo.

Meninas brincam com brinquedos de meninas e não de rapazes... As meninas também gostam de subir às árvores, de brincar à apanhada, aos índios e cowboys...

Entra-se na puberdade...

... e é a via sacra... numa versão muito feminina... Dolorosa... é o aparecimento da menstruação, das borbulhas que aparecem nas alturas menos convenientes. E se há dias em que uma pessoa acorda e sente-se que nem um autêntico calhau... que nem a melhor das make-ups consegue disfarçar. As ditas alturas do mês... TPM's... ou estás com o benfica?! No coments... nada de ferir susceptibilidades alheias... porque nem todas são do glorioso...

A primeira ida ao ginecologista. Passa à frente... O ter de se usar pela primeira vez um soutien... algo desconhecido e desconfortável, que até então só se via pendurado no estendal e não se ligava muito. Apesar da mãe, avó e tia terem já abordado o tema... mas sempre visto como uma coisa a longo prazo.

Do... se comes isto vais inchar que nem um porco... porca! Esta acompanha-nos a vida toda. Ou não vivêssemos numa sociedade voltada para o culto da beleza e da eterna juventude.

Os estudos...

Ainda que apresentemos as melhores notas finais nos respectivos cursos, na hora de se arranjar um emprego. E já nem me refiro ao emprego de sonho... somos preteridas por um rapaz. E isso vê-se em muitas folhas salariais.... todos os finais de mês.

E se é chegada a hora de cortar nas despesas... a probabilidade de se engrossar a lista do desemprego nacional... é grande, muito grande! 

Depois vem os namoricos...

...e o mundo volta a ter cor, som, calor! Mas também é sol de pouca dura. Há que ser-se sensual, mas discreta... nada de poucas vergonhas ou é-se logo catalogada de pu****, de oferecida...

Se nos casamos...

... ganha-se um companheiro, mas também mais trabalho. Não basta o dia passado no emprego e todas as metas que todos os dias têm de ser ultrapassadas. Há que se mostrar mais eficiente e inteligente que o colega do lado. Para "agradar" o chefe. O agradar o chefe... cuidado que ele pode ler nas entrelinhas algo que não é aquilo que se quer passar... 

Depois de um dia de estafa... chega-se a casa e  se não se tem a sorte de ter-se alguém ao lado que não tenha medo de arregaçar as mangas e de pôr as mãos na massa...  está tudo para fazer. Filhos incluídos. Abençoados pais que ensinam os seus filhos (rapazes) a não terem vergonha das lides domésticas e de saberem cozinhar, passar a ferro, e todas as restantes tarefas próprias de uma casa... 

Se não nos casamos...

...ou não temos filhos. Ui... postas de lado?! Logo... Nem para tia servimos. É lésbica?! E se for? E se não for e decidiu não se casar? Ou por uma razão qualquer médica não poder ter filhos? É-se menos mulher? Parece que sim... muitas de nós pensam-no e pior... dizem-no. Até para iguais a nós, do mesmo género, somos más. Estou a lembrar-me no caso dos concursos. A maioria ganha sempre por homens... quando a maioria a votar são mulheres...

Depois vem a meia-idade...

... a terceira e a quarta idades. E o mundo parece que acaba. Vem a menopausa e os transtornos a ela associados. As maleitas ditas próprias da idade. 

Deixamos de ser jovens, bonitas e passamos a ter rugas e somos chamadas de tias (aqui com outra conotação) ou de avós... Ainda que tenhamos a sorte de ter uns trocos e com isso recorrido a plásticas e estejamos todas quitadas... aos olhos da sociedade continuamos a ser velhas, acabadas. Parece que não temos mais nada para aprender e ninguém parece estar interessado no que pensamos ou queiramos partilhar...

Reforma-te que tens de dar lugar aos mais novos... Já só servimos para fazer bolinhos e tomar conta dos netinhos. 

Outra... Os avós fazem sexo???? Que horror....

A sexualidade passa a ser um tema tabu. 

E um dia tudo acaba...

... e fazemos parte de uma qualquer estatística em que as mulheres vivem mais anos que os homens.

 

É isto... ser-se mulher...

Poder-me queixar, me expressar por quem não pode fazer... Ser livre e ter a sorte de viver num pais democrático! Poder escolher a vida que quero ter e com quem quero passar. 

Que bom que é ser mulher!

pexels-photo-272976.jpeg

 

"Nada mais contraditório do que ser mulher...

Mulher que pensa com o coração,

age pela emoção e vence pelo amor.

Que vive milhões de emoções num só dia

e transmite cada uma delas, num único olhar.

Que cobra de si a perfeição  

e vive arrumando desculpas

para os erros daqueles que ama.

Que hospeda no ventre outras almas,

dá à luz e depois fica cega,

diante da beleza dos filhos que gerou.

Que dá as asas, ensina a voar

mas não quer ver partir os pássaros,

mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.

Que se enfeita toda e perfuma o leito,

ainda que o seu amor

nem perceba mais tais detalhes.

Que como uma feiticeira

transforme em luz e sorriso

as dores que sente na alma, 

só pra ninguém notar.

E ainda tem que ser forte,

pra dar os ombros

para aqueles neles precise chorar.

Feliz do homem que por um dia

souber entender a Alma de Mulher!"

 

                                           Fátima Ayache

459078c5e20ab6881c0fe39e95849eaa.jpg

 Um dia só é pouco... Todos são dias da Mulher!

 

 

Mais sobre mim

... no Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Pesquisar

 

Comentários recentes

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D